Bilhete de Natal

 

Meu amigo, não te esqueças,

Pelo Natal de Jesus,

De cultivar na lembrança

A paz, a verdade e a luz.

 

 

Não olvides a oração

Cheia de fé e de amor,

Por quem passa, sobre a Terra,

Encarcerado na dor.

 

Vai buscar o pobrezinho

E o triste que nada tem...

O infeliz que passa ao longe

Sem o afeto de ninguém.

 

Consola as mães sofredoras

E alegra o órfão que vai

Pelas estradas do mundo

Sem os carinhos de um pai.

 

Mas escuta: -Não te esqueças,

Na doce revelação,

Que Jesus deve nascer

No altar do teu coração.

 

CASIMIRO CUNHA

Do livro Antologia Mediúnica do Natal, de Francisco Cândido Xavier, edição da Federação Espírita Brasileira.